23.2.07

prontuário da língua portuguesa

ainda bem que é verdade ainda bem que é mentira
ainda bem
e enfim feita foi a nossa vontade as águas turvas o destino
porque depois
a nossa tristeza e o teu vestido novo
um copo de cerveja sobre a mesa a própria mesa
porque depois
dançar uma rumba comprar um caderno
olhar as pernas dela sorrir-lhe dizer-lhe adeus
e enfim
ainda bem que é verdade ainda bem que é mentira
ainda bem

2 Comments:

Blogger Sofia Loureiro dos Santos said...

Lindo.

7:58 da tarde  
Blogger Luis Naves said...

concordo com a sofia, magnífico poema

11:24 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home